tabagismo

14 perigos do tabagismo

Por definição, o tabagismo é caracterizado como uma doença crônica enraizada na dependência que o indivíduo tem à nicotina. É interessante observar que o tabagismo vai além do cigarro, pois existe uma variedade muito grande de produtos derivados do tabaco, tanto no mercado internacional quanto nacional. No caso dos brasileiros, o produto mais consumido é o cigarro.

A seguir, selecionamos alguns dos principais perigos do tabagismo.

Perigos do tabagismo

Acompanhe e entenda melhor esse problema!

1. O tabagismo pode provocar câncer em praticamente todo o corpo. Dentre as regiões e órgãos mais prejudicados temos o cólon e o reto, esôfago, colo do útero, bexiga e pulmão.

2. Fumar pode tornar mais difícil as chances de a mulher engravidar;

3. O tabagismo também interfere na saúde do bebê, antes e depois de seu nascimento;

5. O bebê corre risco de morrer antes de nascer;

6. Nos homens, o tabagismo interfere na qualidade dos espermatozoides, o que pode reduzir a fertilidade e ainda aumentar os riscos de a criança desenvolver defeitos congênitos;

7. Os ossos também são prejudicados pelo hábito de consumir tabaco;

8. Quem fuma há mais de dois anos já tem ossos mais fracos que uma pessoa que nunca fumou. As mulheres são mais prejudicadas, correndo maior risco de terem os ossos quebrados;

9. O tabagismo prejudica a saúde bucal como um todo, especialmente as gengivas e os dentes;

10. A catarata que dificulta a visão, a degeneração macular e lesões próximas à retina são alguns dos perigos oculares relacionados ao tabagismo;

11. As substâncias oriundas do cigarro estão entre as causas da diabetes mellitus tipo 2. Além disso, quem persiste no vício tem muito mais dificuldade para controlar a condição.

12. Fumar aumenta entre 30 e 40% as chances de a pessoa desenvolver diabetes;

13. O sistema imunológico também é afetado pelo tabagismo, o que deixa a pessoa mais vulnerável a uma série de doenças, dentre elas, inflamações recorrentes;

14. A artrite reumatoide também é causada pelo hábito de fumar.

Como deixar o tabagismo?

Os pontos citados acima são apenas alguns das dezenas de perigos relacionados ao tabagismo. Para se ter uma ideia, no Brasil, morrem todos os anos cerca de 500 pessoas vítimas de doenças relacionadas ao fumo. E sem contar aquelas com problemas relacionados.

Mas, e quem já tentou parar, porém sempre volta a fumar? Será que consegue largar o tabagismo?

Na realidade, quando o assunto é o tabagismo, a maior parte das pessoas que já tentou parar com o vício, tem recaídas. Os especialistas médicos até esperam que isso aconteça, ou seja, mais de uma tentativa até que o indivíduo consiga, de fato, deixar o cigarro de lado.

É importante que a pessoa que pretende parar com seu hábito tabagista não desanime e tenha em mente que, a cada tentativa, ela estará mais ciente de seus limites e dificuldades, com isso, vai aprender a ter cada vez mais controle nas próximas tentativas.

Não há dúvidas de que parar de fumar é um processo que exige muito de boa parte das pessoas e demanda muito empenho. Contudo, pelos exemplos acima, fica fácil de entender que é algo extremamente necessário, afinal, os efeitos negativos do tabagismo são mais abrangentes que boa parte das pessoas imagina.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em cirurgia torácica em Belo Horizonte!

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe