quimioterapia

Quimioterapia: quando é necessário

Receber um diagnóstico de câncer pode ser muito assustador. Além disso, surgem muitas dúvidas, principalmente com relação ao tratamento. Uma das mais comuns é se o paciente precisará ou não fazer quimioterapia. 

Dessa forma, se quiser saber mais sobre o assunto e quando a quimioterapia é indicada? Continue a leitura!

Quimioterapia: o que é? 

A quimioterapia é uma forma de tratamento que busca impedir ou dificultar o crescimento das células cancerígenas. 

Assim, é um dos principais tratamentos utilizados para combater o câncer. Dessa forma, vários medicamentos extremamente potentes são utilizados e, ao se misturarem com o sangue, são levados para todas as partes do corpo para combater a doença. 

Ele pode ser aplicado por via oral, intravenosa, ou intramuscular, permitindo que o medicamento seja distribuído por meio da corrente sanguínea. Saiba mais sobre eles: 

  • Quimioterapia oral: tem por função o bloqueio ou o estímulo de moléculas intracelulares responsáveis pela comunicação da célula com o meio ambiente. Ou seja, visa corrigir essas interações que não deveriam acontecer e não são corrigidas pela natureza de nosso organismo. Ela é feita por meio de comprimidos que o paciente toma segundo as recomendações médicas. 
  • Quimioterapia intravenosa: a medicação é aplicada diretamente na veia ou por meio de cateter (um tubo fino colocado na veia), na forma de injeções ou dentro do soro. Assim, o medicamento circula por toda a corrente sanguínea.
  • Quimioterapia intramuscular: ataca diretamente as células que se multiplicam de forma rápida e desenfreada. Essa modalidade é realizada por meio de injeções no músculo, que podem ser feitas em várias partes do corpo, dependendo da necessidade do paciente.  

A escolha da melhor forma de aplicação vai depender de diversos fatores e é tomada em conjunto com o seu oncologista.

Quimioterapia: quando é necessário?

Em suma, a necessidade de quimioterapia vai depender de diversos fatores. Assim, a avaliação do tipo de tumor, estágio da doença e risco de atingir outras partes do corpo são alguns dos fatores que precisam ser analisados pelo médico para definir se é necessário fazer ou não quimioterapia para tratar o câncer.

Em linhas gerais, não há uma regra que determine quando e como a quimioterapia deve ser utilizada no tratamento da doença. Muitas vezes, a quimioterapia é o único tratamento indicado.

Mas, geralmente é administrada junto com cirurgia, radioterapia ou com ambas. Às vezes também pode ser administrada com outros medicamentos, como terapia alvo, hormonioterapia e imunoterapia.

A quimioterapia pode ser usada em diferentes situações:

  • Para reduzir o tamanho do tumor antes da cirurgia ou da radioterapia (terapia neoadjuvante).
  • Após cirurgia ou radioterapia para destruir as células cancerígenas remanescentes (terapia adjuvante).
  • Com outros tipos de medicamentos para matar as células cancerígenas, como terapia-alvo ou imunoterapia.
  • Junto com outros tratamentos, se a doença é recidivada ou não desaparece completamente.

Para saber se a quimioterapia é indicada no seu caso, converse com o seu médico sobre as suas possibilidades. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em cirurgia torácica em Belo Horizonte!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp