água na pleura

4 tipos de água na pleura

A água na pleura, também conhecida como derrame pleural ou água no pulmão, é o nome atribuído ao acúmulo anormal de líquidos na pleura, uma membrana delicada que recobre a superfície exterior do pulmão (pleura visceral) e reveste a parte interna da parede torácica (pleura parietal).

O derrame pleural não é uma doença em si, mas sim um sinal comum de diferentes doenças. Assim sendo, quando é diagnosticada a presença de água no pulmão, o passo seguinte é descobrir a sua causa.

Ela é caracterizada pelo acúmulo de líquido excessivo no espaço que se encontra entre a pleura parietal e a pleura visceral. 

Tipos de derrame pleural e suas causas

Conforme a composição química, o derrame pleural pode ser classificado em dois tipos. São eles:

Transudato

Quando não há nenhum tipo de lesão no espaço pleural, nem células inflamatórias. O líquido pleural transudativo é claro e transparente, e isso indica que há um acúmulo de líquido semelhante ao líquido pleural normal.

O tipo de derrame pleural é muito importante para a definição da causa. O tipo transudato normalmente é causado por:

  • Cirrose;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Insuficiência renal em estágio avançado;
  • Síndrome nefrótica;
  • Diálise peritoneal;
  • Hipotireoidismo descompensado.

Exsudato

É causado pelo aumento da permeabilidade dos vasos, sendo rico em proteínas e com presença de células inflamatórias. É mais viscoso e opaco.

O derrame pleural que se apresenta com um líquido tipo exsudato, geralmente acontece por inflamação da pleura, podendo ter a sua causa vinculada a vários grupos de diferentes tipos de doenças.

Veja, a seguir, as doenças mais comuns que causam o derrame pleural exsudativo:

  • Tuberculose;
  • Pneumonia;
  • Cânceres com metástases para a pleura;
  • Linfoma;
  • Mesotelioma;
  • Lúpus;
  • Embolia pulmonar;
  • Artrite reumatoide;
  • Outras doenças auto-imunes;
  • Pancreatite;
  • Peritonites ou abscesso;
  • Síndrome de hiperestimulação ovariana.

A distinção entre transudato e exsudato é feita por meio de dosagem de proteínas contidas no líquido.

Tipos de água na pleura

Veja, a seguir, as classificações de acordo com a substância que se encontra no espaço entre pleuras:

1- Hemotórax

Hemotórax é o nome que se dá ao derrame e presença de sangue na cavidade pleural. Normalmente causado por algum tipo de lesão na região do tórax.

2- Quilotórax

O quilotórax pode provocar sinais e sintomas como falta de ar, tosse ou dor no peito. A presença de líquido linfático normalmente está associada a algum tipo de lesão ou obstrução de um vaso linfático do pulmão.

O tratamento é feito pelo cirurgião torácico ou pneumologista, podendo incluir o uso de medicamentos para diminuir a produção de líquido nos vasos linfáticos, além da drenagem ou até mesmo a necessidade de um procedimento cirúrgico para corrigir a sua causa.

3- Empiema

Um empiema é um acúmulo de pus dentro de uma cavidade natural. Normalmente ocasionado por algum tipo de infecção.  

4- Urinotórax

O urinotórax é caracterizado pela presença de urina na cavidade cheia de líquido que envolve os pulmões. 

É uma causa extremamente rara de água na pleura, mas pode ocorrer se o paciente estiver com drenos para urina nos rins e alguns desses dispositivos por algum motivo ficarem obstruídos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em cirurgia torácica em Belo Horizonte!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp