Câncer de pulmão

Câncer de pulmão tem cura?

O câncer de pulmão é definido como um tumor agressivo que possui uma grande capacidade invasora, podendo atingir órgãos vizinhos que são fundamentais para a saúde, como artérias, nervos e coração.

Ele é considerado um dos tumores malignos mais comuns e também é o maior responsável por mortes decorrentes de câncer em todo o mundo.

A última estimativa mundial, realizada em 2012, indicou uma ocorrência de 1,8 milhão de novos casos, sendo 1,24 milhão em homens e 583 mil em mulheres. Todos os anos há um aumento de 2% na sua incidência.

Causas

O tabagismo é, de longe, a principal causa do câncer pulmonar, estando associado a cerca de 85% dos casos.

E o risco de desenvolver o câncer varia de acordo com a quantidade de cigarros fumados e o número de anos que a pessoa fuma. Mesmo assim, existem pessoas que possuem o hábito de fumar por anos e, por sorte, não desenvolvem o câncer.

Pessoas que param de fumar possuem uma menor probabilidade de desenvolver o câncer, mas ex-fumantes sempre estarão mais expostos a ele do que as pessoas que nunca fumaram.

Entre 15% e 20% das pessoas que desenvolvem esse tumor nunca fumaram ou fumaram muito pouco.

Nesses casos, a causa não é conhecida, mas é provável que esteja relacionada com algumas mutações genéticas.

Outros fatores de risco importantes, são: exposição à fumaça do tabaco, inalação de agentes químicos — como radônio, amianto e arsênio — e inalação de poeira ou ar poluído.

Sintomas 

Os sintomas apresentados dependem do tipo, da localização e da forma como o câncer se espalha por dentro dos pulmões e suas proximidades ou para outras partes do corpo.

No entanto, um dos sintomas que costuma aparecer com maior frequência é a tosse persistente. 

Outros sintomas que aparecem, mas não são específicos do câncer de pulmão, são:

  • Falta de ar;
  • Dor no peito;
  • Chiado no pulmão;
  • Fadiga;
  • Dor torácica;
  • Perda de peso;
  • Falta de apetite.

É comum que a pessoa com esse tumor não sinta nada em sua fase inicial, o que é bastante perigoso, pois faz com que o câncer seja diagnosticado de maneira tardia.

Tratamento do câncer de pulmão

Apesar de ser um tumor bastante agressivo e ter uma alta taxa de mortalidade, o câncer pulmonar, quando diagnosticado precocemente, tem cura.

No entanto, o mais comum é que ele seja descoberto já em sua fase avançada, o que diminui as chances de recuperação completa.

O tratamento pode durar meses ou anos e pode ser realizado por meio de cirurgia, radioterapia ou quimioterapia.

Se o câncer estiver classificado como de células pequenas, ainda em seu estágio inicial, os médicos indicam a quimioterapia combinada com a radioterapia da região do tórax.

Em casos avançados, a probabilidade de cura é pequena, mas há o controle da doença e uma melhora na qualidade de vida.

Caso o paciente seja diagnosticado com câncer de pulmão de células não pequenas, a intervenção cirúrgica, juntamente da quimioterapia, tende a ser o método de tratamento mais eficaz. Aqui, o cirurgião retira o lobo do pulmão e faz a remoção dos linfonodos.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em cirurgia torácica em Belo Horizonte!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp