Cirurgião Torácico

Cirurgião Torácico: qual formação deve ter?

Cirurgia torácica é uma especialidade médica extremamente versátil, que trata patologias cirúrgicas do tórax e do sistema respiratório. Mas você sabe qual deve ser a formação de um Cirurgião Torácico?

É importante saber mais sobre esse assunto, pois quanto mais você sabe sobre qual deve ser a formação desse especialista, melhor vai ser a sua tomada de decisão na hora de escolher com qual profissional se consultar. 

Assim, continue a leitura para saber mais sobre a formação de um cirurgião torácico. 

Cirurgia Torácica: o que é?

A cirurgia torácica é a especialidade que diagnostica e trata as patologias cirúrgicas que acometem o tórax e o sistema respiratório.

Quem sofre doenças que envolvem parede torácica, traqueia, brônquios, pulmões, pleura e mediastino (espaço onde fica o coração e outras estruturas importantes), deve procurar o cirurgião torácico. Além disso, ele é o profissional recomendado para quem tem problemas relacionados ao tabagismo. 

Assim, é uma especialidade médica que demanda um determinado nível de estudo e conhecimento. 

Qual é a formação de um cirurgião torácico?

Para se tornar um cirurgião torácico, o profissional deve fazer a faculdade de medicina, que dura em torno de 6 anos; residência em cirurgia geral, que necessita de 3 anos, no mínimo para ser completada, e residência em cirurgia torácica, que acrescenta mais 2 anos aos estudos do profissional. 

Somente após passar por todo esse processo é que o médico conquista o título de especialista, estando apto a atender pacientes que necessitem dos tratamentos específicos que somente um cirurgião torácico é capacitado para realizar. 

Como podemos ver, são muitos anos de dedicação ao estudo, aprendizado e aperfeiçoamento das técnicas delicadas e complexas realizadas por um cirurgião torácico. Por isso, o número de profissionais capacitados não é tão grande quanto o de outras especialidades. No Brasil, existem 992 cirurgiões de tórax, segundo o último levantamento feito pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Como escolher um cirurgião torácico? 

Em geral, o processo até chegar a um cirurgião torácico é mais longo. É comum que o paciente se consulte com profissionais de outras áreas antes de ser encaminhado para uma consulta de cirurgia torácica. Assim, é normal que o seu médico indique algum profissional que já conhece ou com quem tenha trabalhado anteriormente. 

Atualmente, com a maior disseminação sobre informações da área médica, está se tornando mais comum que pacientes procurem este especialista diretamente. Se esse é o seu caso, é importante avaliar algumas informações para escolher um profissional competente e capacitado. 

O CRM e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Torácica (SBCT) regulamentam a prática da cirurgia torácica. Assim, ao buscar por um especialista em cirurgia torácica, veja se o mesmo está inscrito  nesses órgãos. Somente os profissionais ativamente regulamentados com registro de especialidade no CRM, o chamado RQE, têm a permissão de atuar como especialista. 

Você pode consultar essas informações aqui

Nunca deixe de pesquisar sobre a formação de um cirurgião torácico antes de consultar-se com ele. Essas ferramentas existem para ser utilizadas e garantir que você receba o melhor tratamento que a medicina pode oferecer, com base nas regulações dos órgãos competentes. 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em cirurgia torácica em Belo Horizonte!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp