traqueostomia

Pacientes de traqueostomia podem comer?

Quando há problemas sérios de respiração ou a necessidade de cirurgia para tratar o câncer de laringe, o paciente pode ter que passar por uma traqueostomia. Em alguns casos, este é reversível e após um período determinado pelo médico, a cânula pode ser retirada. Em outros será necessário permanecer com ela por tempo indeterminado.

A cânula inserida na traqueia serve para levar o ar até os pulmões e garantir que o paciente receba a quantidade necessária de oxigênio. Uma dúvida que pode surgir é quanto a alimentação, ainda mais nos casos em que será necessário conviver por mais tempo com a traqueostomia.

Alimentação ocorre normalmente

Exceto nos casos em que o paciente está usando sonda alimentar, nos quais deverá seguir a orientação de um nutricionista, será possível ingerir alimentos normalmente. 

O paciente poderá comer aquilo que gosta, mas pode ter um pouco de dificuldade na deglutição. O recomendado é que mantenha uma alimentação saudável, com boa quantidade de frutas e legumes em suas refeições.

Como se alimentar com a traqueostomia

Quando for se alimentar é importante que o paciente esteja sentado, sem pressa para engolir os alimentos. Além disso, não deve se deitar logo após as refeições. Além disso, é recomendado mastigar pequenas quantidades e engolir a porção, para depois colocar mais na boca.

Evitar erguer a cabeça enquanto engole também diminui as chances de que restos de alimentos caiam na traqueia. 

Enquanto estiver comendo, o paciente não deve ter distrações por perto, como a TV ou conversas. Assim, evita se engasgar.

Hidratação do paciente com traqueostomia

Além de a alimentação poder ocorrer normalmente, seguindo os cuidados descritos no tópico anterior, o paciente submetido a traqueostomia também deve se manter hidratado. O recomendado é optar pela água, chás e sucos naturais sem açúcar.

Devem ser evitados goles seguidos e o líquido deve ser consumido sem pressa. Da mesma forma que ao se alimentar, quando bebe água ou sucos, é importante não levantar a cabeça, para evitar engasgos.

Cuidados importantes

É necessário fazer a limpeza da cânula interna, com o objetivo de remover as secreções e sujeiras que possam ter caído ali. Inclusive, é importante fazê-la antes da alimentação, pois é possível que o paciente tenha acessos de tosse enquanto é feita a colocação e retirada da cânula interna.

O cuidador deve estar com as mãos limpas e usar luvas descartáveis. Além disso, é essencial que o paciente esteja em uma posição confortável.

Traqueostomia temporária e alimentação

Pessoas que passam pelo procedimento não-definitivo podem ter dúvidas sobre a deglutição após a retirada da cânula. O processo deve ser gradual, diminuindo o tamanho da cânula, para permitir que a cicatrização ocorra naturalmente.

Se o paciente já fazia alimentação oral com a traqueostomia, deve continuar com os mesmos cuidados durante a transição. Depois, deverá ser acompanhado com um fonoaudiólogo, não apenas para ajudar na questão da voz, mas também na deglutição.

Como você pode ver, pacientes que passam pela traqueostomia podem comer normalmente enquanto estiverem com a cânula. Apenas precisar ter mais cuidado durante a mastigação e ter uma alimentação equilibrada.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho em cirurgia torácica em Belo Horizonte!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp